Eu posso pegar HIV de quem tem carga viral indetectável?

Apenas alguns meses após eu começar a medicação, cheguei ao tão esperado resultado “indetectável”. Foi praticamente como tirar um peso de duas toneladas da minha cabeça. Não só porque agora eu sabia que o vírus estava praticamente dormente no meu sangue, como meu infectologista falou que a probabilidade de eu infectar outras pessoas seria bem menor.

Nada como um dia onde você não se sente mais como um problema de saúde pública.

Em 2011, especialistas suíços afirmaram que indivíduos com HIV em terapia antiretroviral eficaz e sem DSTs há pelo menos seis meses, tem uma probabilidade baixíssima de transmitir o vírus sexualmente.

O estudo – que teve o resultado final divulgado em 2015  – leva o nome de HPTN 052 foi feito através de nove países, entre eles o Brasil, num período de anos acompanhando casais sorodiscordantes (onde um tem HIV e o outro não) concluiu que a transmissão diminuiu em até 93% se o tratamento com antirretrovirais começar cedo.

57

  • 2008 – o estudo começa com 1763 casais sorodiscordantes. Metade dos participantes começa terapia antirretroviral e a outra metade toma um placebo
  • 2011 – haviam 27 casos confirmados de transmissão do HIV onde o mapeamento genético confirmou que o vírus foi transmitido apenas entre o casal. De todos esses casos, apenas 1 foi transmitido no grupo que estava tomando antirretrovirais
  • 2011 –  Uma espécie de comissão de ética (DSMB) – decidiu que todos os participantes deveriam ser notificados do resultado já que os benefícios de começar terapia antirretroviral era gigantesco
  • 2011 – o estudo HPTN 052 recebe o prêmio de Descoberta Científica do ano (em uma tradução livre) pelas descobertas em relação a AIDS
  • 2015 – análise final do estudo conclui que não houve infecção através de parceiros que estavam indetectável durante todo este período, concluindo uma redução de 93% na probabilidade de infecção por quem começa com os remédios cedo

Para todos os outros casos de infecção não englobamos nos 93%, os pesquisadores acreditam que o vírus foi transmitido no máximo até o 17º dia após começar a medicação, ou seja, muito cedo e os antirretrovirais nem estavam agindo direito ainda.

Outro dado interessante que saiu da análise final foi a média de tempo que o parceiro com HIV demora pra ficar indetectável após começar terapia antirretroviral: 46,4% deles ficou indetectável já no primeiro mês; 78.5% depois de três meses e 89,4% após seis meses, quem demorou mais que isso é porque estava com uma carga viral muito alta.

O estudo foi feito apenas com casais heterossexuais mas os próprios autores disseram que não veem motivo para que os resultados possam ser interpretado para casais homossexuais.

Carga viral indetectável não transmite HIV

social interactions 24

No segundo maior estudo do gênero – PARTNER – os autores levaram em consideração a população de homossexuais e heterossexuais. Foram 1110 participantes sendo 40% deles gays. Pra participar do estudo, todos já deveriam ter relações sem camisinhas ocasionalmente e o parceiro HIV negativo também não poderia estar utilizando PEP ou PrEP.

Também não houve nenhuma transmissão de soropositivos com carga viral abaixo de 200 cópias/ml para seus parceiros (nos exames mais modernos, costuma-se considerar uma carga viral como indetectável quando existem menos de 20 cópias/ml).

Isso não quer dizer que a probabilidade é zero. Em análises estatísticas a conclusão é que no período de um ano a chance de transmissão através de sexo anal é de 1% e aumenta para 4% se for sem camisinha com ejaculação onde o parceiro soropositivo é receptor.

Em uma conferência de imprensa, o principal pesquisador da PARTNER, Dr Jens Lundgren reiterou que existe um máximo de 5% de chance num período de dez anos. Um em cada dez parceiros HIV negativos que tiveram sexo anal de forma desprotegida podem adquirir HIV; mesmo assim a chance deles contrairem HIV do parceiro é praticamente zero, e de fato pode ser zero (via aidsmap).

A pesquisa PARTNER ainda está recrutando pessoas para aumentar mais ainda sua confiança de dados e os resultados finais saem em 2017.

Eu fiz sexo com alguém que tem HIV, devo me preocupar?

Do nosso lado (de quem tem HIV) já basta viver com esse vírus, então modera no drama. Todos estamos vivos e muito bem. Se puder, pergunte pra pessoa como está a carga viral, assim você pode ficar mais tranquilo.

Também não esqueça de fazer um exame de HIV assim que a janela imunológica acabar (pelo menos um mês depois da relação) e tirar a dúvida por completo.

Eu namoro ou quero namorar uma pessoa com HIV, o que devo fazer?

Se você namora ou pretende namorar um soropositivo que está com carga viral indetectável, pode ficar tranquilo. Estará seguro considerando que utilize camisinha nas relações.

social interactions 21

Todas as pesquisas mencionadas acima são bem claras quanto a transmissão do HIV por quem tem carga viral indetectável. Porém houveram transmissões do vírus entre os casais participantes. Existe um exame que mapeia o vírus e todas as transmissões que ocorreram não foram associadas ao vírus do parceiro soropositivo. Ou seja, a pessoa que não tinha HIV pulou a cerca e ainda pegou o vírus.

Se nós errarmos o horário do remédio por algumas horas o vírus pode desenvolver mutação e ficar fora de controle. Como você entrará num relacionamento sério com uma pessoa soropositiva, é importante que fique do lado da pessoa pra dar todo o apoio – especialmente se ela não é acostumada a tomar remédios diariamente – necessário. Ir a laboratórios de poucos em poucos meses pode se tornar um fardo também. Por fim, a maioria dos infectologistas topam conversar numa boa com o casal, pode ajudar a desmitificar muita coisa.

Sexo sem camisinha com um soropositivo

Eu não aconselho remover a camisinha mesmo com as evidências acima. Não é nem a questão de pesquisas serem contundentes, mas a carga viral pode sair de controle e nem ser percebido, sem falar que existem outras DSTs. Se realmente deseja fazer esse passo, aconselho quem for negativo no casal começar a PrEP. Também não deixe de falar com seu médico, vai que ele sabe de outras pesquisas que não conheço?

Fontes

Página oficial do HPTN 052

Fogel J et al. Identification of factors associated with viral suppression and treatment failure when antiretroviral therapy is used for HIV prevention: results from the HIV prevention trials network (HPTN) 052 trial. 8th International AIDS Society Conference on HIV Pathogenesis, Treatment and Prevention, Vancouver, abstract MOPEC417, 2015.

Rodger A et al. HIV transmission risk through condomless sex if HIV+ partner on suppressive ART: PARTNER study. 21st Conference on Retroviruses and Opportunistic Infections, Boston, abstract 153LB, 2014.

50 Comentários comentários para Eu posso pegar HIV de quem tem carga viral indetectável?

  1. Muito bom o artigo!!! Quero muito continuar recebendo todas as informações possíveis!! Desde já fico muito grata..

  2. Eu so HIV positivo a 6anos, tomo retrovirais a 4 anos , ja tive várias relações, vaginal,e anal, sem camisinha, com diferentes namorados, eles sabiam q eu era HIV +, e sempre depois d 2 meses faziam exames, e nunca neum deles pegaram HIV de mim. Só que eu vo ao médico regularmente , fasso exames em 4 em 4 meses e sempre dá intectavel , e não tenho outras doenças, me alimento bem, não fumo bebo álcool socialmente. Minha opinião p com essa pesquisa, e que nois soropositivos temos que nos manter bem informados a tudo que diz respeito ao HIV, e sempre saber com quem vc tranza , porque vc sabe oq vc tem mais não sabe oq o parceiro sexual tem de verdade,o HIV associado com outras dst , ficamos mais vulneráveis ao vírus , com bem mais chances de transmitir o vírus… um conselho pessoal antes de ter uma relação sexual diga ao parceiro q vc é portador do vírus, tenha essa coragem e VC vai ser bem mais feliz, abraços a todos

    • Gostaria de conversar com vc,vou me casar com um rapaz hiv positivo,e temos um sonho de termos um filho, porém os tratamentos de fertilização são bem caros, tendo essa possibilidade seria bem mais fácil, queria saber mais sobre suas experiências poderia entrar em contato pelo meu email?Só é me reponde esse comentário que te passo o email.Gostaria muito de conversar com que tem esses experiências. Obrigada!!

    • Adorei sua coragem parabéns eu ainda tenho medo do preconceito mais vc me tirou minhas dúvidas, tenho outra e sexo oral vc faz e deixa fazer em vc ?

    • Boa tarde
      tenho o vírus a uns 20 anos já tomo remedio uns dias 18anos minha carga viral e indetectavel tenho dois filhos nenhum tem gracas a deus
      fiquei casada a pouco a 10 anos meu companheiro nao tinha transamos todos esse anos sem camisinha ele nunca pegou fazia exame frequentemente
      mas agora estou com outra pessoa nao consigo contar a ele q tenho o virus transamos com frequência sem presevativo nao sei o q fazer posso correr o risco de infecção ele

    • Oi Leila
      Obrigado por seu comentário, sou apaixonada por um soro positivo ele está indetectável mas nunca fiz sexo sem camisinha com ele, mais agora estou mais segura pra fazer

    • Eu sempre fui rejeitad*, todas as vezes em que informei a pessoa, pois acredito que ela precisa ter uma opção de querer seguir em frente ou não, isso é bem frustrante pois no fim, acabaram sendo só mais uma pessoa que sabe da minha condição sorologica. Fico pensando agora que talvez eu não deva falar e fazer a minha parte protegendo a pessoa, mesmo que não seja o que eu acredito ser o certo, mas dessa forma pelo menos, não precisarei me estressar por ter estragado um lance legal que estava pra começar e nem teve chance de se iniciar por dar a notícia à outra pessoa.

  3. Descobri minha sorologia esta semana e estou pesquisando infectologistas em SP que sejam bons. Tenho convênio, mas parece que o tratamento no SUS é muito bom. Tenho preferência pelo convênio, mas estou disposto a ir no SUS também caso ache um infecto bacana.

    Alguém pode me indicar algum infecto em SP de preferência perto do metrô?

    Abraços.

  4. Olá, meu nome é Bruno. Ontem tive relações sexuais com uma garota de programa. Usei preservativo, mas percebi que em um determinado momento ele estava prestes a sair, já pela metade do meu pênis. Pedi a menina q saísse de cima de mim, logo depois q ela saiu, a camisinha ficou na vagina dela com uma pequena parte (a base, por onde colocamos o pênis) para fora. Nesse momento, não percebi se tive contato direto da vagina dela com o meu pênis (acredito que não, pq logo qdo ela saiu de cima de mim, a camisinha saiu junto). Depois coloquei outra camisinha e continuei, sem ter limpado o pênis. Eu corro o risco de ter contraído hiv?!

    • Para contrair HIV é preciso que secreções de uma pessoa soropositiva se misturem com seu sangue através de microferimentos ou mucosa. Só se contrai HIV de quem tem. Se ela não tiver, não tem como você contrair.

      Mas é bom vc ter mais cuidado. O uso incorreto da camisinha é um fator de risco. Aconselho sempre fiscalizar se tá bem colocada, e trocar caso esteja saindo do pênis.

  5. Tenho um namorado eu tenho o virus mas estou Indectavel se eu transar sem camisinha ele corre o risco.?já aconteceu de estorar a camisinha mas ele fez os exames não deu nada mas mesmo assim morro de medo

  6. Olá!!!! Gostaria de compartilhar com vocês a sensação de está indetectável.
    Quando descobri que era soropositivo meu mundo desabou por completo,pois era uma pessoa alegre demais para está com isso.Foi então que comecei o tratamento em 2002 e comecei a minha medicação em 2004.conheci várias pessoas com as quais me relacionei e foi numa dessas relações que falei com minha parceira que era positivo,mas ela não se importou com isso.
    Começamos a nos relacionar sem preservativo e veio a notícia.ela estava grávida.fiquei preocupado demais e graças a deus e mesmo com e carga viral altíssima na época ela não foi contaminada e hoje tem uma filha de 10 anos saudável e minha ex é casada hoje e tem mais dois filhos saudáveis.
    Conheci outra pessoa no meu caminho e contei toda a verdade sobre minha saúde,mas eu já estava com o tratamento bem adiantado,permaneci com essa pessoa durante 7 anos e nos separamos e a notícia que recebi é que ela não contraiu o vírus..
    Sempre me cuidei para não passar esse vírus para ninguém e com as pesquisas vemos que não precisamos se preocupar muito, mas devemos nos cuidar até descobrirem a cura.
    Fica meu relato feliz sobre minha experiência de vida e agradeço a Deus todos os dias.
    Já me relacionei com várias pessoas e nenhuma foi infectada e estou indetectável a mais de 4 anos que meus exames são assim e desde 2007 até 2012 as minhas cargas virais estavam abaixo de 50 mililitros de sangue no corpo.
    Um grande abraço e não deixei de se cuidar

  7. Minha amiga é soropositivo indetectável e ela brincando deu o peito pra uma criança só que nao saia leite mas nessa brincadeira depois ela viu que saiu uma aguinha do peito dela,será que a criança corre o risco?

  8. , sou soro positiva com carga viral indetectavel e transei 4x com um médico q acho q não eh soro positivo. Duas anal e duas vacinas. Estou com medo de ter passado o vírus p ele. Será q passei? Pq acho q vou contar mas se não passei acho melhor nso me expor. Será q os médicos fazem exames de hiv com frequência?

  9. Maribel ,nao ha contaminacao em nenhum dos lados se estiverem indetectaveis,meu medico tem pacientes homens positivos q engravidaram a mulher pelos metodos normais ;ela nai tem hiv e eles tem 3 filhos

  10. Como pode meu exame de hiv so dar nao reagente me relacionei c uma mulher soro positivo e ela nao se tratava uma historia longa e delicada e repito exame de hiv so dar nao reagente acho muito estranho e tem coisas estranhas por tras desses exames acredito .

  11. Fiz sexo com um rapaz sem camisinha ,logo na segunda semana ele me chamou e me disse que era soropositivo, mas que era indetectável, porque fazia o tratamento correto e tinha uma boa alimentação, mas que não era pra min me preocupar mas mesmo assim com 17 dias do, um exame no hospital de referência sobre esse vírus aqui em Manaus, mas vou fazer outro pra confirmar depois dos 30 dias… Será que poderia ter me contaminado?
    Abraço a todos.

  12. Eu tenho uma namorada com o viro hiv positivo eu já fis os testes três vezes e sou dão negativos .ela é muito meiga tranquila esta sempre en casa quase que não sai eu tenho medo Dotor será que foi eu quele transmite e o viro ainda não se manifestou no meu organismo .por favor me a Judá Dotor esta dúvida esta a me matar

  13. Tive relação sexual com uma pessoa soropositivo , fui o ativo na relação e eu estava alcoolizado aconteceu sem preservativo , e com uma semana depois aconteceu o mesmo é ele me falou que era soro positivo indetectável , fiz meu exame 2 dias depois da segunda relação é deu negativo , msm assim comecei o tratamento com coktel , há possibilidades de eu ser infectado ?? tô muito preocupado não durmo direito Dês de jah agradeço …

  14. Sou seroposetivo com carga viral indectetável a 3 anos este ano eu e minha parceira decidimos ter filho. Tivemos ao longo da gravides minha parceira foi fazendo controlo de HIV e continua Seronegativa. Qual a garantia de o nosso bebé não ter o HIV?uma vez que a Mãe não tem?

    • Olá Fernando!!!
      Posso lhe garantir que o risco é zero amigo,pois estou indetectavel há 4 anos,mas quando estava com carga viral abaixo de 200ml/g minha ex estava esperando um filho meu e todos os exames deram negativos e hoje ela é casada e tem mais duas filhas e minha filha está com 11 anos e está bem e nunca o exame dela acusou algo contrário

  15. Tenho 06 meses de uso de medicação retroviral e meu CD4 deu 145m3 e o CD8 743m3, é motivo para me preocupar? tomo a medicação correta todos os dias, ainda faço uso do Bactrim todos esses meses. Estou preocupado.

  16. Olá, boa noite.
    Fiz o exame anti AIH em janeiro de 2017 e deu negativo, porém repeti o mesmo agora em 07/07/2017 e deu positivo. Fiz os outros exames comprobatórios: WESTEN BLOT, 08 proteínas (antígenos) deram reagentes, somente a P17 deu não reagente.
    O PCR QUANTITATIVO para o HIV: 162.882 CÓPIAS RNA.
    CD4: 13% 247/MM3.
    Ainda não comecei o tratamento.
    Alguém pode me passar algumas informações, por aqui ou por email.
    Obrigado

  17. Obrigado pelos comentários,
    É muito bom ter pessoas que si dispõe a relatar seus medos, experiências e ajudar em novos esclarecimentos

  18. Olá meu nome é Fernanda. Descobrir que sou soro+a 1ano.contrair o vírus do meu atual marido,mas o perdoei estamos juntos a 3 e hj estou indetectavel e ele tbem e descobrir recentemente que estou gravida…

  19. Ola meu sou Thiago .eu descobrir que sou portador do HIV ontem .ainda to com a minha cabeça confusa. Eu acabei confiando em uma pessoa que dizia me “amar” e que se conheciamos a anos .porem smp fomos “amigo”
    Ate um dia que ele chego e se declaro pra mim .falando q smp me amo. Q smp gosto de mim .que me admirava muito e queria ser mais que um amigo .ai até ai tdb!! A gente converso bastante e eu dei uma chance pra ele .passo alguns semanas começamos a namorar . E junto tivemos nossa primeira relaçao cm camisinha .ja na semana seguinte eu parei pra conversar cm ele sobre o assunto pra ver se ele tinha o virus do Hiv etal .e ele falo q nao tinha .jurou e tudo .e eu acreditei (erro meu enter acreditado)apartir dai começamos a ter Relações sexuais sem camisinha
    Ja tinha uma certa “confiança”
    Conforme foi passando o tempo.fui descobrindo a fama de (rodado)dele
    Os amigos dele falando q ele me (matava) que eu ja tava (morto)so pelo fato da gente transar sem camisinha ..eu isso fico na minha cabeça e msmo assim eu preferir acreditar nele. Ai passa se 9 meses terminamos o RELACIONEMENTO !E continuei com isso na cabeça ate eu ia fazer o exame e dar POSITIVO .na hora meu mundo caiu .eu só pensava em se matar .ate que minha psicologa me fala que isso nao era o fim do mundo e me mostra que as vezes precisamos de uma choque de realidade .pra gente começar a cuidar mais de nois msmo..
    MORAL DA HISTORIA:NAO É EM TODOS QUE PODEMOS CONFIAR

    • Obrigado por compartilhar! Lembre-se que talvez nem ele soubesse disso, vale a pena falar para ele fazer o teste também.

  20. Descobri hoje que contrai o hiv, ainda estou aguardando os exames de cd4 para saber se terei que começar o tratamento, por fim ler todos os comentários do pessoal me ajudou muito, fiquei muito mais calmo em ver que se eu tratar adequadamente, praticamente posso ter uma vida normal, quanto há dizer sobre isso para alguém, ainda estou muito inseguro, quem sabe futuramente se eu conhecer um parceiro que me desperte interesse (quero contar).

  21. Me chamo Henrique e acabei de descobrir que sou soropositivo(na terça feira dessa semana) a primeira reação foi o mundo cair, porem já procurei um infectologista e fui fazer o que tem que ser feito.. hoje na sexta fui na psicóloga e fiz uma bateria de exames.. na terça feira faço o exame de carga viral e na quarta os exames que fiz hoje já ficam prontos e começo a tomar os remédios…
    ja falei com meu último parceiro sem camisinha e nos dois assumimos a responsabilidade.. ninguém foi obrigado a transar sem camisinha e ninguém sabia de nada.
    Mas recado q eu tenho pra quem acabou de descobrir é: NÃO SE APAVORE! não é coisa de outro mundo, é só um vírus e que logo vai ser indetectável… todo mundo merece alguém do lado e cada um de nós vai achar.. meu último parceiro se tornou meu melhor amigo e tem me ajudado bastante esses dias, ele foi bem maduro.
    Lembrando que pacientes soropositivos levam uma vida completamente normal! Só tomar o medicamento no mesmo horário e todo dia! Bom, só quis compartilhar o que tô passando e dar um conselho pra quem tb acabou de descobrir, NÃO É O FIM DO MUNDO, é só um vírus. Fiquem bem ❤️

  22. Alguém poderia me ajudar? sou soropositiva e estava casada com uma pessoa sem HIV. Ficamos juntos por mais de 1 ano. Nunca tive coragem de falar pra ele do vírus. Eu tenho a carga viral indetectavel desde os 3 meses desde quando descobri. Hoje estou grávida dele e infelizmente uma pessoa agiu de má fé e contou pra ele sobre meu vírus. Eu sei que estou errada e deveria ter contado. Nesse tempo que ficamos juntos todas as nossas relações foram sem prestativos alguém pode me falar qual o risco dele ter contraído o vírus mesmo eu estando não detectável a mais de 2 anos e 6 meses.

    • Quase zero a probabilidade de vc ter transferido o vírus pra ele, caso vc estivesse realmente indetectavel! Lembrando q indetectáveis não tem obrigação por lei de dizer que é soropositivo quando for transar sem camisinba, já que a probabilidade é quase nula.

  23. não sou soro positivo e se tovesse que me relacionar vom uma pessoa imfectada me relacinaroa sem nehum problema

    • Olá! Fiz essa semana o teste Elisa. Deu reagente. O valor para não reagente é 1.0, o meu deu 1.2. refiz o teste Elisa e deu 1.4. estou aguardando para fazer o Blolt. Estou desesperada. Não sei o que fazer. O que esperar. Já aconteceu isso com alguém? Dar positivo no Elisa e negativo no Blolt.

  24. Nossa… O comentário de vcs me deixou muito aliviada… Tenho muita vontade de ser mãe, e fiz o teste Elisa e deu carga viral muito baixa. Estou aguardando para confirmar com o Blolt. Tinha medo de estar com a doença e nunca poder ser mãe. Mas os comentários me aliviaram… Site muito esclarecedor

  25. Sou portadora do virus hiv à 17 anos. Comecei um relacionamento que durou 7 anos. Porém não contei sobre ser soropositiva. Meu CD4 sempre alto e carga viral sempre indetectável. Não fazíamos uso de preservativo. Nos separamos por traição da parte dele e fiquei muito mal, e com isso fiz a besteira de parar com os anti retrovirais e o resultado foi ficar internada por 50 dias com tuberculose miliar. Ele foi me visitar no hospital e então ficou sabendo que sou soropositiva. Voltamos a viver juntos, porém na vida sexual está muito ruím, pois ele não gosta de usar preservativo. Pesquisando sobre o assunto ví que pessoas com carga viral indetectável não transmite o vírus. Gostaria muito de mais esclarecimento. Se alguém puder me ajudar ficarei grata.

  26. Lendo sobre as pesquisas feitas em vários países dizem que carga viral indetectável não transmite o vírus para o parceiro. Porque os infectologistas não passam essas informações para os seus pacientes? Alguém sabe me responder? Ou se vc é soropositivo seu infectologista já te falou à respeito?

    • Oi Luisa, o meu falou isso para mim sim. Acredito que é caso a caso também. Mas ele deixou claro que isso não significa que eu posso deixar de utilizar a camisinha.

Deixe sua opinião