Acabei de ser diagnosticado: o que perguntar a seu médico

Ser recém diagnosticado com o vírus não é fácil, uma montanha russa de emoções passa pela sua cabeça, dúvidas, medos e indagações. Se você acabou de ser diagnosticado com HIV ou já é diagnosticado há muito tempo, existem muitas perguntas que você pode fazer para seu médico infectologista, que eles até gostariam que você fizesse. Aqui segue uma lista do que perguntar ao seu médico durante sua consulta que poderão te ajudar a entender sobre o vírus.

Quais são minhas metas daqui pra frente?

A sua meta assim que diagnosticado é se tornar o mais saudável possível, a primeira etapa para atingir essa saudabilidade é atingindo uma carga viral indetectável. Baseado na sua situação, seu médico vai te ajudar com estratégias para atingir esse objetivo.

Como você entrou no ramo? Por que HIV?

HIV é uma das áreas mais específicas da medicina, os médicos geralmente escolhem esse ramo porque realmente gostam disso. Uma das perguntas mais importantes para fazer ao seu médico: por que ele gosta do ramo de infectologia e por que se especializou em HIV. Assim você entende um pouco mais das motivações por trás dele e de quebra cria um laço que será duradouro durante os próximos anos.

Como o vírus afeta o meu sistema imunológico?

O vírus do HIV afeta diretamente o sistema imunológico de uma pessoa, é importante saber como isso acontece, o que são as células CD4 e a importância delas, tanto como os sintomas que um sistema imunológico fraco pode ter no seu organismo.

Minha medicação pode parar de funcionar em algum momento?

Isso assombra muito quem tem HIV, e se algum dia minha medicação parar de funcionar e eu não ter mais uma carga viral indetectável? Quais as opções? Isso é mesmo possível? O médico vai te explicar como os medicamentos funcionam, como ocorre mutação caso você não tome os remédios direito e a importância de tomar seus medicamentos todos os dias nos mesmos horários como instruído.

Minha vida será normal daqui pra frente?

Existe muito tabu em relação a infecção do HIV. Uma das coisas que você pensa assim que diagnosticado é que terá uma vida curta, que poderá morrer por causa de uma infecção oportunista ou terá problemas de saúde frequentes. Posso lhe afirmar de antemão que isso não vai acontecer e que sua vida será normal, mas pergunte ao seu médico isso, ele vai reforçar tudo que sabe sobre os avanços da medicina até hoje.

Como será minha vida sexual daqui pra frente?

Agora que você tem HIV, sua vida sexual vai mudar um pouco. Pergunte a seu médico qual a melhor maneira de manter uma vida sexual saudável daqui pra frente, métodos de prevenção, contraceptivos e como lidar com parceiros sexuais, sejam eles positivos ou negativos.

Posso ter filhos?

Essa pergunta assombra muita gente que é recém diagnosticada com HIV. É sim possível ter filhos e não passar o vírus para a criança mesmo tendo o vírus causador da AIDS. O médico vai conseguir te orientar dos métodos que isso é possível e como seguir com seus planos de ter um filho.

Qual a melhor maneira de me manter saudável daqui pra frente?

Não somente como você pode viver por décadas daqui pra frente, mas como você consegue viver a melhor vida possível durante os anos que virão. O diagnóstico de HIV não é uma sentença de morte. Os médicos estão na sua vida para te ajudar a viver a sua vida da melhor maneira possível.

Posso fazer exames para ISTs (infecções sexualmente transmissíveis)?

Pacientes com HIV têm um risco muito maior de contrair infeções sexualmente transmissíveis como gonorréia, clamídia e sífilis. Pergunte ao seu médico se você pode fazer exames periódicos dessas doenças, provavelmente ele já pedirá de praxe, mas não deixa de ser uma pergunta importante a se fazer mesmo assim.

Qual minha probabilidade de transmitir o HIV para outras pessoas?

Quem tem HIV com carga viral indetectável não transmite o vírus ponto final. Já existem pesquisas científicas que comprovam tal fato. Mas de qualquer forma, é bom perguntar ao seu médico quais as probabilidades baseado no seu caso único. Ele vai te instruir quanto as chances e métodos de prevenção, principalmente se você já possui um parceiro(a).

Devo fazer um exame de genotipagem?

O exame de genotipagem para o HIV é um exame que testa o seu vírus contra vários tipos de medicamentos e vê quais deles possuem resistência ao vírus. Assim você pode começar o tratamento sabendo exatamente qual medicamento é o mais indicado para seu caso. Porém é um exame caro e nem todos os planos de saúde cobrem a não ser em casos especiais.

Deixe sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.