Tudo que você precisa saber sobre HIV e coronavírus

Última atualização: 4 de abril de 2020

Desde que os primeiros relatos de coronavírus apareceram na mídia em meados de janeiro quem tem HIV vem se perguntando “o que isso significa para mim?”. Nesse post respondemos suas principais dúvidas sobre o HIV e coronavírus.

Como posso me prevenir do coronavírus caso eu tenha HIV?

Não existe segredo, as mesmas dicas que valem para a população em geral também valem para quem tem HIV, mas em linhas gerais:

  • Lave frequentemente as mãos.
  • Evite aglomerações de pessoas.
  • Descanse e evite stress.
  • Tome seus remédios para HIV.
  • Use máscaras quando puder.

O melhor remédio contra o coronavírus é água e sabão, lave suas mãos por pelo menos 30 segundos tendo certeza de passar por todos os pontos e até embaixo das unhas. Se não tiver água e sabão por perto, use álcool em gel com pelo menos 60% de graduação.

Evitar shows, restaurantes, bares, viajar e aglomerações em geral também é importante, o vírus é altamente transmissível.

Também é importante continuar a tomar suas medicações para HIV, quanto mais baixa sua carga viral e mais alta sua contagem de CD4, melhor seu sistema imunológico, o que te permite lutar contra o vírus em uma eventual transmissão do coronavírus.

E as máscaras? Ainda não há consenso científico sobre sua eficácia, em especial as de pano ou cirúrgicas. Mas a última recomendação do Ministério da Saúde é de usar quando puder.

Posso viajar durante o surto de coronavírus caso tenha HIV?

Ninguém – independentemente de ter HIV ou não – deve viajar no momento para evitar aglomerações de pessoas e a contaminação do coronavírus.

Pessoas com HIV têm risco maior de pegar coronavírus?

Não se sabe ao certo. Não existem pesquisas científicas relacionadas ao HIV e coronavírus.

Pessoas com HIV têm mais chance de desenvolver complicações do coronavírus?

Não se sabe ao certo. Desde que seu sistema imunológico esteja em ordem e você continue tomando seus antirretrovirais, você estará mais bem preparado para enfrentar o coronavírus.

Minhas medicações para HIV me protegem do coronavírus?

Nós não sabemos ainda. Existem estudos científicos utilizando antirretrovirais para tentar combater o coronavírus, mas sem muitas conclusões ainda. Cientistas estão tentando usar uma combinação de lopinavir e ritonavir em estudos clínicos.

Também houve boatos de que darunavir (outro antirretroviral) pudesse combater o vírus, mas o próprio fabricante do medicamento disse que não existem evidências sobre sua eficácia.

Fora do mundo dos antirretrovirais existem outras classes de drogas sendo testadas, mas até agora não existem medicamentos que comprovadamente funcionem contra o coronavírus.

Devo me preocupar se sou indetectável e tenho HIV?

Vai depender da quantidade de CD4 (células do sistema imunológico) no seu organismo e de seu sistema imunológico no geral.

Sabemos que quem tem carga viral indetectável, mesmo tendo HIV, possui uma vida normal. Só se preocupe caso você possuir alguma outra doença que compromete o sistema imunológico, está muito estressado (o que pode comprometer o sistema imune também), em idade avançada ou possuir alguma doença que é considerada de alto risco para o coronavírus: diabetes, asma ou hipertensão.

Devo me preocupar se minha contagem de células CD4 não está alta?

A contagem de células CD4 varia de pessoa a pessoa e leva em conta muitos fatores. A faixa “normal” é de 507 a 1496. Mas não se preocupe caso estiver baixa dentro desses valores, a taxa de CD4 varia por diversos fatores. Todo mundo tem um corpo diferente com um sistema imunológico diferente, não vale a pena ficar comparando. O mais importante é você se sentir bem fisicamente falando.

O que posso fazer para aumentar minha contagem de CD4?

Não existe pílula mágica para aumentar a contagem de células do sistema imunológico, mas de maneira geral você pode seguir algumas dicas:

  • Exercícios em moderação.
  • Não beber ou usar drogas.
  • Não fumar.
  • Se alimentar bem.

Não existe evidência científica sobre suplementos para deixar o sistema imunológico mais forte e alguns deles podem até interagir com seus medicamentos, na dúvida consulte seu médico.

Como devo me preparar para o surto de coronavírus tendo HIV?

Primeiramente fale com seu médico sobre a melhor maneira de lidar com sua saúde nessa época, ele é a pessoa que mais conhece seu estado de saúde. Mas seguem algumas dicas sobre como se preparar:

  • Tenha antirretrovirais por pelo menos 30 dias guardados.
  • Esteja atualizado com todas as vacinas, em especial a pneumococo.
  • Planeje com seus médicos como receber ajuda caso precisar, em especial via telefone/internet. Isso inclui psicólogos.
  • Fale com seu médico se deve aguardar para fazer exames, visitas ao consultório ou mudar de medicamentos.

O que faço se estou vivendo com HIV e ficar doente?

Devido a alta taxa de pessoas procurando o sistema de saúde, evite ir a emergência e consulte seu médico antes, se possível. Ele vai te guiar para o melhor caminho, seja fazer o teste de coronavírus, ficar em casa ou procurar uma emergência. Explique os sintomas que está sentindo e avise caso a suspeita seja coronavírus.

Se estiver realmente doente, fique em casa e só saia para procurar ajuda médica. O coronavírus é altamente transmissível e você precisa tomar todos os cuidados possíveis para não disseminar mais a doença. Se possuir máscaras, use-as, elas vão ajudá-lo a evitar que você contamine outras pessoas.

Peça ajuda para algum vizinho, familiar ou amigo para fazer compras pra você. Se divide a casa com alguém, tente ficar no seu quarto e se possível use até um banheiro diferente.

É a hora de ter só os seus utensílios domésticos e limpar eles toda vez que for utilizá-los. Pratos, copos e talheres não devem ser divididos nessa hora. Lave-os o sempre que possível. Limpe todas as superfícies que tocar também.

Fique em contato com seu médico para saber a hora exata que você pode sair da quarentena, só ele dirá quando esse tempo passará.

Fontes:

1 Comentário

  1. informações gerais

    Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *