A mancha atrás da orelha

Este post foi escrito por um leitor, as opiniões contidas neles são de autoria do próprio e não representam necessariamente a opinião do Tenho HIV. Quer ter sua história publicada também? Escreva para a gente! Quer ler mais histórias de leitores? Clique aqui.

 

Eu sempre tive muito cuidado quando ia manter relações sexuais, também sempre fui doador de sangue. No dia 1 de janeiro de 2013 eu conheci o um rapaz (eu sou gay não assumido) e foi amor à primeira vista, a gente começou ter uma relação bacana, conheci os pais dele e acabei tendo mais intimidade conforme o tempo passou.

Depois de cinco meses de namoro, eu achava que já o conhecia, aí decidimos não usar mas a camisinha nas relações.  Foi o maior erro da minha vida, eu havia contado que eu era doador e era limpo e ele me convenceu que também era.

Então passou-se alguns meses que estávamos juntos, especificamente em novembro de 2014 eu comecei a sentir cansaço, não tinha mais ânimo para o trabalho e percebi que havia aparecido uma mancha atrás de minha orelha. Procurei um dermatologista e quando ele me olhou de imediato me encaminhou pra fazer um teste de HIV.

Fui tranquilo pois eu tinha a convicção que eu estava limpo, cheguei até brincar com uns amigos e postei fotos.

Mas aí demorou muito pra me chamar para dar o resultado e comecei a sentir medo, quando me chamaram e disseram que deu positivo – e ainda deu positivo para sífilis – eu fiquei sem chão, o psicólogo até chegou a perguntar se eu já sabia.

Quando eu saí dali, estava sem rumo, só pensava que tudo tinha acabado, pensei em ir na ponte do Rio Negro e me jogar de lá. Tenho quatro amigos íntimos e um deles me ligou na hora que eu estava a caminho da ponte, ele foi minha salvação.

Depois que meu amigo conversou comigo, decidi ir pra casa contar pro meu parceiro que talvez ele também tinha, mas eu achava que tinha sido eu que havia passado pra ele. Depois que eu contei, ele foi pro quarto da mãe dele e começou a chorar. 

Meu caso estava tão sério que não demorou nem uma semana já comecei meu tratamento.

Comecei a tomar o remédio me sentia tonto, com náusea e fraco.  A mancha atrás da orelha começou a crescer, tive até que fazer uma biópsia. Como eu estava fraco, acabei sendo internado no hospital onde trata de DST e AIDS. 

Pensei que eu ia morrer mas graças a Deus fui me recuperando aos poucos.  O engraçado que meu parceiro me vendo naquela situação não me contou nada, só descobri na minha segunda internação que a mãe dele me acompanhou e acabou falando que ele havia descoberto sobre o próprio vírus em 2012.

No resultado da minha biópsia, deu positivo pra Sarcoma de Kaposi e  fiquei internado novamente, os médicos me falaram pra ser forte e me falaram tudo sobre essa doença e que eu tava nas mãos de Deus.  Mas eu queria vencer e mostrar que eu ia sair dessa, demonstrei força e perseverança e fui melhorando lentamente. Quando saí do hospital fui encaminhado para outro hospital especializado em câncer, por sorte, não foi necessário fazer quimioterapia.

As manchas foram sumindo só com o medicamento e minha imunidade foi subindo, aliás minha contagem de CD4 chegou a 117, muito baixa pra um humano adulto.

Hoje continuo tomando meu remédio faço meu tratamento de três em três meses e vivo minha vida normalmente, mas sempre com cuidado pra não fazer com ninguém o que fizeram comigo. Minha carga viral já está há um ano indetectável.

-Silva

2 Comentários comentários para A mancha atrás da orelha

  1. Obrigado por compartilhar essa experiencia, fico muito feliz em ler esse depoimento, descobri o hiv faz 2 meses, desde entao tem sido muito dificil pra mim, mas eu confio que tudo vai dar certo!

    • Descobri que tenho o HIV no dia sete de Janeiro 2019
      Está ainda sendo muito difícil aceitar essa nova condição mas lendo esses posts…. Me alivia bastante
      Sei que não é o fim e tudo vai dar certo! Tem quinze dias que tomo os retrovirais e já tô me sentindo melhor
      Porém tenho o sarcoma de kaposi… No rosto .. abdômen .. braço… E isso está me deixando com auto estima lá embaixo… Confiante que com os remédios vai sumir
      Deus abençoe a todos…

Deixe sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.